top of page
  • Equipe Editorial Kaya Terapias

Muito mais do que sexo e prazer: terapia tântrica ajuda a tratar traumas emocionais

Quando se fala em tantra e em terapia tântrica, a primeira ideia que vem à mente é de uma sessão de massagem repleta de orgasmos ou de uma forma diferente e mais prazerosa de experimentar o encontro com a energia sexual. O que muita gente não sabe é que o tantra também pode ser uma terapia para lidar com questões físicas e psicológicas, como disfunções sexuais, baixa autoestima e experiências traumáticas.


A terapia tântrica oferece benefícios que são bastante abrangentes. Alguns benefícios são mais claramente associados a esse tipo de terapia, como a cura para disfunções sexuais, dificuldade em ter orgasmos, queda de libido, dentre outras. Mas há benefícios que surgem da ressignificação na relação com o corpo, com a sexualidade, e para trabalhar a autoestima e potencializar a capacidade de ter prazer. Afinal, a maneira como você usa a energia sexual afeta todas as áreas da vida.



Como funciona a terapia tântrica

A energia sexual é a mais poderosa energia que possuímos, e também a mais subestimada. A terapia tântrica é focada na movimentação dessa energia, também chamada de energia vital. Trata-se de uma forma de terapia holística que se concentra na conexão consciente entre o corpo, a mente e o espírito. Ela usa técnicas tântricas, incluindo respiração, meditação, toque e movimento consciente, para ajudar as pessoas a liberar bloqueios emocionais, energéticos e físicos e aumentar a conscientização corporal.

A terapia tântrica pode ser útil para tratar uma ampla variedade de questões, incluindo ansiedade, depressão, disfunção sexual, baixa autoestima e traumas passados. Além disso, pode ajudar as pessoas a se tornarem mais conscientes de suas necessidades e desejos, melhorar sua capacidade de comunicação e conexão com outras pessoas, e aumentar sua satisfação sexual e emocional.


Com as técnicas utilizadas na terapia tântrica, a energia vital se move pelos Chakras, que são centros de energia que, segundo a tradição oriental, são encontrados no corpo humano. Cada chakra é associado a um determinado aspecto da vida e da personalidade, e acredita-se que a saúde e o bem-estar físico, emocional e espiritual dependem da livre circulação de energia através desses centros. Na terapia tântrica, trabalha-se com os chakras para equilibrar a energia do corpo, aumentar a consciência corporal e emocional e promover a realização pessoal.


Envolve massagem nos genitais?

As técnicas da massagem tântrica são muito utilizadas nas sessões de terapia tântrica, combinadas com as demais ferramentas (respiração consciente, meditações ativas e movimentos corporais específicos). A massagem tântrica é uma forma de massagem que incorpora elementos do tantra, normalmente envolvendo toques lentos e com alto poder sensorial. O objetivo da massagem tântrica não é apenas o prazer físico, mas também despertar e harmonizar os centros de energia no corpo, ou Chakras, levando a uma sensação mais profunda de conexão espiritual e bem-estar.


Quando o atendimento terapêutico é realizado por profissionais sérios, éticos e bem treinados, como é o caso da equipe da Kaya Terapias, em Belo Horizonte, sempre haverá alinhamentos entre o processo terapêutico e o que irá ocorrer ao longo da sessão. Assim, havendo o consentimento por parte da pessoa que irá receber os estímulos, poderá haver estímulos genitais nas sessões. Para isso, na Kaya Terapias possuímos protocolos específicos de bio-segurança e de postura terapêutica, que criam as condições para que os estímulos genitais aconteçam em um ambiente sério, respeitoso e que não permite com que se caia nas armadilhas da psicogenia ou da sensualização no set terapêutico - a presença do terapeuta é neutra, neste aspecto.


Caso a pessoa não esteja confortável em receber estímulos genitais, vale lembrar que o trabalho com a terapia tântrica é bastante completo e abrangente, e mesmo a massagem tântrica não demanda que ocorra toque genital para ser válida e transformadora. Afinal, nossos canais energéticos estão presentes em todo o corpo.


É importante que as pessoas entendam que a masturbação e a massagem tântrica são práticas distintas que envolvem o corpo e o prazer sexual, mas têm objetivos diferentes. Portanto, não são usadas técnicas de masturbação em sessões de terapia tântrica. Pelo contrário, busca-se com os estímulos criar um descondicionamento em relação às experiências orgásticas decorrentes da masturbação. Afinal, busca-se trazer uma nova percepção sensorial. A massagem tântrica pode incluir elementos de estimulação genital, mas é mais ampla do que a masturbação e se concentra em explorar e equilibrar a energia do corpo inteiro, em vez de apenas alcançar o prazer sexual.


A Terapia Tântrica pode substituir a terapia psicológica?

A Terapia Tântrica é uma terapia corporal, pois usa uma variedade de práticas que tratam o corpo como ferramenta para o crescimento pessoal e o bem-estar emocional. Por si só ela pode ser uma forma eficaz de tratar questões como ansiedade, depressão, traumas, dificuldades de relacionamento e dores físicas. Além disso, pode ajudar a melhorar a autoestima, aumentar a sensação de liberdade e liberar emoções reprimidas.


No entanto, é importante dizer que a terapia tântrica não substitui a terapia psicológica. Pelo contrário, elas se complementam maravilhosamente bem. Inclusive, cada vez mais chegam pessoas à Kaya Terapias em Belo Horizonte que vieram por indicação de psicólogos, psicanalistas, médicos, etc., por perceberem que há um ganho incrível no processo terapêutico convencional quando se adiciona o processo da terapia tântrica no movimento de cura e desenvolvimento pessoal.

699 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page