• Equipe Editorial Kaya Terapias

Massagem Tântrica: Porque o Tantra é conhecido como a terapia do amor?

A massagem tântrica promove o autoconhecimento, conexões, estimula o prazer e a expansão do amor!


A simples menção da expressão “massagem tântrica” certamente remete a maioria das pessoas a pensar no sexo e no prazer. Entretanto, a palavra deriva de “tantra”, que no dicionário significa “trama de tecido ou tapeçaria, algo que se constrói”; na prática, trata-se da expansão e da consciência da tríade corpo, mente e emoções. A filosofia nasceu na Índia, cerca de 4 mil anos atrás, sendo considerada uma variação do yoga.

Ao longo dos tempos, a massagem tântrica foi sendo gradativamente adaptada, gerando uma mistura de autoconhecimento, conexões, prazer e expansão.


Tantra para mulheres em BH: Principais mitos e verdades!


Tratamento completo para expansão da sensibilidade e desenvolvimento do orgasmo, a massoterapia tântrica promove uma reeducação sensorial ampliada. Ela atua na ampliação da sensibilidade na pele e nos músculos sexuais, transformando a estrutura bioelétrica corporal.

A massagem tântrica propicia a manifestação de curas físicas, emocionais e mentais por meio da sensibilização pelo prazer e afeto. A técnica proporciona uma ampla retomada da consciência.


Ela é dividida em várias fases, a exemplo da Sensitive Massagem, usada para tirar o foco dos genitais e levá-lo ao corpo, a verdadeira fonte de prazer, totalmente orgástico, despertando a bioeletricidade corpórea; elevando os níveis de endorfina (hormônio do bem-estar), serotonina (neurotransmissor na inibição da ira, agressão, temperatura corporal, humor, sono, vômito e apetite) e ocitocina (hormônio do amor e da empatia); e potencializando as ondas de prazer com orgasmos secos e múltiplos.

Mais adiante, após algumas sessões, o massoterapeuta especializado inicia a segunda fase da massagem tântrica – “Êxtase Total Massagem”, que visa ligar os reflexos espasmodicantes neuromusculares, característicos da Sensitive Massagem, com um trabalho consistente nos genitais, de forma a aumentar o tempo de ereção masculina ou a expansão sensorial do clitóris (nas mulheres).


Ela promove sensibilizações especiais que ativam características diferenciadas na glande peniana e no clitóris. Com isso, além de o sistema endócrino do corpo produzir hormônios relacionados ao orgasmo, a massagem acaba tonificando os músculos sexuais.

Na sequência, aplica-se a Yoni (vagina) & Lingam (pênis) Massagem, que aprimora o desenvolvimento neuromuscular dos genitais, levando-os a desenvolver a capacidade de produzir e sustentar bioenergia.

Na Yoni Massagem, o trabalho é focado, superdimensionado e intensificado na vagina (Yoni). O foco é a cuidadosa massagem de todo o órgão genital feminino, incluindo a virilha, a vulva, os lábios internos e externos e o clitóris, permitindo o desfrute de diferentes formas de prazer, cumulativas e progressivas.


Terapia Tântrica: o despertar da sexualidade na terceira idade


Esta técnica renova a força e o vigor genital; promove a chegada a orgasmos múltiplos, secos e ejaculatórios; e aumenta o tempo erétil. Basicamente, mostra ao homem como utilizar os recursos de expansão energética apenas com o relaxamento, a consciência e a percepção.

Cabe ao massoterapeuta entender a evolução dos pacientes, observando se há ou não a necessidade de conduzir alguma técnica corporal adicional, desde que ligada ao Tantra.



Via: tudorondonia

8 visualizações0 comentário