• atendimento91299

Massagem Tântrica: um processo milenar que promove autoconhecimento!

Atualizado: 13 de set.

Você sabia que a massagem tântrica vem sendo usada há milênios como um processo terapêutico? Você sabia também que a massagem tantrica não é entendida como sendo uma experiência sexual? É isso mesmo! Este saber milenar chamado Tantra tem como objetivos autoconhecimento e desenvolvimento pessoal e espiritual. Uma das ferramentas para este desenvolvimento é a massagem tântrica, que oferece oportunidades incríveis para que se descubra o potencial sensorial e energético do ser humano, tendo o prazer resultante dos movimentos energéticos como elemento guia nesse processo.


Leia também: Massagem Tântrica: Porque estimular o prazer com o Tantra?

Baseado na sabedoria milenar do Tantra, esse estilo de massagem tem como fundamentos a meditação, a respiração e a expansão da consciência.


Quando entramos em contato com a energia sexual, estamos entrando em contato com uma força criativa, capaz de criar conexão entre corpo, mente, emoções e espiritualidade.

Um dos aspectos mais significativos do Tantra chama-se "estado de presença". Infelizmente, como sociedade estamos bastante desconectados dessa experiência, uma vez que o ritmo frenético do pensar e do fazer tem nos levado cada vez mais a expectativas de que há lugares a se chegar, há experiências a serem vividas, há maneiras certas de se fazer alguma coisa, afinal, há expectativas a serem cumpridas e metas a serem alcançadas. Este é um estado egóico, pautado pelos pensamentos, pela racionalização e pela necessidade de nos adaptarmos a contextos e verdades que são externos a nós.


Nessa escolha pelo que é frenético e egóico, estamos altamente desconectados do estado de presença, ou seja, da possibilidade de vivenciar aquilo que é real, aquilo que acontece no aqui e no agora. Na visão do Tantra sobre a sexualidade, quem nos guia deveria ser a energia que se movimenta a partir das práticas e das escolhas que fazemos. Assim, a experiência se pareceria muito mais com uma dança, sendo a energia a música que guia, e os envolvidos na prática os dançarinos que se soltam e se deixam ser levados. O praticante do Tantra é convidado a não prever, comparar, julgar, avaliar ou qualificar as experiências; pelo contrário, a ideia é apenas se render a elas, deixando a energia guiar o fluxo que se revela.


Isso traz a enorme possibilidade de experimentamos a dança entre o dar e o receber, sem hierarquias ou pré-conceitos. Poucos de nós conseguimos nos abrir para essa rendição, e experimentar verdadeiramente o receber. Afinal, somos cobrados - ou pelo menos sentimos que somos cobrados - a entregar ao outro algo que preencha, que mostre que ali há alguém especial. Isso somente ocorre porque estamos desconectados da abundância do que já somos, portanto, dependentes da aceitação vinda a partir da outra pessoa que atraímos nas nossas relações.

Massagem tântrica: como é feita, benefícios e mais Como a massagem tântrica é feita na Kaya Terapias? O objetivo da prática é oferecer vivências que levem a movimentações energéticas e hormonais diferenciados, provocando estados expandidos de percepção e consciência, além de proporcionar um relaxamento restaurador, e sem que haja qualquer vinculação com práticas de cunho sexual ou sensual. Assim, procuramos criar um espaço de confiança para que nossos clientes possam vivenciar esses processos.


Esse espaço de confiança começa com o tipo de sala de atendimento onde as sessões acontecem: a decoração é neutra, a luminosidade é indireta, geralmente com luzes em tonalidade azulada ou esverdeada. Os terapeuta fazem uso de toques de ativação energética, geralmente sutis e lentos e, quando há toques genitais, fazem uso de luvas descartáveis, respeitando aspectos de biosegurança e de neutralidade na condução das sessões. Mas tudo se inicia com uma conversa onde juntos, terapeuta e cliente, alinham os objetivos de quem irá receber a sessão com as técnicas que melhor podem ajudar nesses objetivos. A escolha das tecnicas é então informada aos clientes, que decidem se se sentem abertos ou não para recebimento destas técnicas.

Para que a massagem tântrica serve? Ela ajuda o ser humano a se reconectar consigo mesmo através da corporificação. Ao passar pelo processo, a pessoa irá experimentar um estado de maior presença e percepção do próprio corpo - a partir dos movimentos energéticos, hormonais e sensoriais. Isso é significativo, já que nos coloca novamente em contato com a nossa base - o corpo - onde todas as nossas experiências emocionais acontecem e são (ou não) resolvidas.


A massagem tântrica nos ajuda a resgatar o movimento vibracional do nosso campo energético, algo que a grande maioria de nós tem experimentado de maneira extremente comedida e geralmente de forma inconsciente. O potencial vibracional do ser humano é o que nos coloca em pulsação e em ressonância com o ambiente que nos cerca. No entanto, estamos vibrando em estados de economia energética e, muitas vezes, em estados de imaturidade de expressão dos fluxos de energia. Um exemplo dessas imaturidades na expressão dos fluxos são os quadros de disfunções sexuais - anorgasmia, ejaculação precoce ou retardada, vaginismo, etc.. Além disso, muitos experimentamos também estados de baixo interesse sexual, ou até mesmo seu oposto, a compulsão sexual. Assim, estamos intervindo na sabedoria da resposta corporal, e a massagem tântrica nos ajuda a resgatar estes estados mais naturais e espontâneos.

Quanto tempo dura uma sessão de massagem? A sessão de massagem tântrica completa costuma durar em torno de duas horas. Nossa abordagem terapêutica busca desvincular os estados de prazer da psicogenia, da excitação, da pornografia e, principalmente, da dependência em relação ao outro. Assim, não há qualquer interação sensual ou sexual entre terapeuta e cliente.

Inclusive, apenas o cliente irá se despir, caso se sinta confortável para isso. Nossos terapeutas não atendem despidos.

Qual a diferença entre terapêutica e massagem tântrica? A massagem tântrica é uma das ferramentas da terapêutica tântrica, que incluitambém as terapias integradas de respiração, exercícios vibracionais e meditações ativas. Todas estas ferramentas combinadas criam o que chamamos de "terapêutica tântrica". O processo de desenvolvimento pessoal e transformação a partir da terapêutica tântrica é a melhor combinação para esse trabalho de corporificação, resgate do saber natural e espontâneo de expressão corporal e desvinculação com padrões de culpa, vergonha e traumas em torno da relação com o corpo e com o prazer.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ereção!